Feijocas e castanhas com coiso e arroz

“Senzu beans. I love those, I love those, senzu beans.”

Captura de ecrã 2015-12-14, às 14.44.12.png

Guisado de beringela, feijocas e castanhas com arroz

Ainda não consigo entender porque é que existe a ideia de que não comer produtos animais é caro. Esta é uma visão bastante deturpada, partilhada normalmente por omnívoros. Mas já cheguei a ouvir o mesmo pela boca de malta das plantas. É mais caro? Man, mas o que raio andas a comer? Alguém não estudou bem a lição antes de se virar para o veganismo. Feijão, grão, lentilhas, arroz, cereais, batatas e couves é caro? É que estes são alguns dos produtos mais baratos que podes consumir e são, além disso, a base de qualquer dieta equilibrada (a não ser que tenhas alguma condição de saúde especial, claro). Feijão, cereais e arroz podes comprar à parva e ter tudo em barda em casa que aquela m*rda não se estraga! Eu compro montes de feijões, grão, lentilhas, etc., demolho tudo, cozo e congelo. Está sempre pronto a utilizar e sai muito mais barato do que comprar enlatados. Frutas, frutos secos, sementes e outros vegetais podem ser um pouco mais caros, mas da última vez que verifiquei, o preço por kg das bananas, laranjas, tomates ou brócolos ainda era inferior ao dos peixes e cortes de carne mais baratos. E não, não é preciso comer diariamente produtos à base de soja para substituir a carne, seja lá o que isso significa. Além disso, se te meteres a comprar diariamente hambúrgueres, alheiras ou chouriços vegetarianos e outras “fake meats”, vais acabar por consumir um monte de alimentos processados e ter uma dieta de m*rda. Atenção que não estou a falar de tofu e tempeh, por exemplo, que são normalmente tão processados como um queijo, ou outro alimento fermentado. Nós cá em casa também gostamos de tofu e tempeh, mas não é nada consumido com frequência. Por vezes uma vez por semana, outras vezes nem isso. E não é só por ser relativamente “caro”. É mais porque por vezes nem me lembro disso.

Agora, deixa-te lá de m*rdas e compra lá os teus feijões e cenas verdes, que ainda vais poupar uns tostões valentes. Experimenta substituir umas refeições tradicionais ou até uma semana completa. Vais ver se não tenho razão. Se não tens muito tempo livre, ou és um preguiçoso do c*r*lho, faz como eu: faz uma ou duas tachadas que te durem uma semana. Não há nada que eu goste mais de cozinhar do que tachadas. Cá em casa adoramos caril, guisados, estufados e por aí fora. E muito arroz. Principalmente a Joana.

Para 3 pessoas – ou 2 com muita fome

Ingredientes:

Guisado:

½ Beringela

1 Cebola roxa

1 Dente de alho

1 Lata de Tomate em cubos (400 gr)

1 Cup de Castanhas secas

2 Cups de Feijocas pretas ou brancas

1 Molhe de coentros

1 Colher de sopa de Açafrão-das-índias

1 Colher de sopa de Erva doce

1 Colher de sopa de Cominhos moídos

1 Colher de sopa de Pimentão doce

1 Colher de chá de Sal

Pimenta preta

Arroz:

1+½ Cup de Arroz basmati

1 Colher de sopa de Sumo de limão

Sal

Instruções:

Guisado:

Antes de começarmos – demolhaste as tuas feijocas? Não? Então como esperas fazer a receita? F*d*-se… Eu já tinha falado sobre isto neste post! Começa a comprar os feijões secos, demolha, coze e congela. BAM! Sempre pronto a utilizar. Genial. Bom, se não tens feijocas cozidas no congelador, utiliza enlatadas.

  • Agarra-me nessa cebola e dente de alho e pica isso assim à parva. Sim mó, faz o que te digo. Isso é para um guisado, não precisa de ficar bem picado;
  • Arranca aquela cena verde da beringela com os dentes. A sério que tentaste arrancar com os dentes? És pouco parvo sim… corta a beringela em cubos aí de 1,5 cm;

IMG_0967.JPG

  • Atira-me com isso tudo para dentro de um tacho, mete-lhe a tampa em cima e lume médio com ele. Eu não utilizo gordura, já sabes. A tampa ajuda a cena a ganhar humidade. Deixa cozinhar aí uns 5 minutos, sempre com um olho no tacho, para não queimar;

IMG_0968.JPG

  • Junta as especiarias – açafrão-das-índias, erva doce, cominhos, pimentão doce, sal e pimenta – e ½ cup de água. Mistura tudo bem, tapa e deixa cozinhar mais 5 minutos;

IMG_0969.JPG

  • Retira o papel da lata de tomate e mete na reciclagem. Não fazes reciclagem? Ah, porque não tens um contentor à porta de casa? Pensava que me ias dizer que não tinhas pernas. Pfffff. Se não tens um contentor à porta de caso compreendo. Abre a lata de tomate e despeja o conteúdo para dentro do tacho. Enche a lata com água e despeja a água também lá para dentro. Mete a lata na reciclagem. Mistura tudo;
  • Junta as castanhas secas e deixa cozinhar entre 45 minutos a 1 hora, tapado, em lume brando. Um bom guisado deve cozinhar lentamente, durante bastante tempo;

IMG_0970.JPG

  • Bebe um café, lava a cara e faz aí umas séries de burpees, flexões, elevações, agachamentos, salta à corda, lê um livro, mete-te no YouTube, lê o meu blog, sei lá, faz alguma coisa enquanto tens a comida ao fogo;
  • Agora, destapa o tacho, vê se a beringela está macia e as castanhas moles. Sim? E o tempero? ‘Tá fixe? Óptimo! Então, junta as feijocas cozidas (se tiveres a utilizar feijocas de lata, lava-as antes), tapa o tacho e deixa cozer mais 10 minutos;

IMG_0972.JPG

Arroz:
  • Entretanto, lava bem o arroz, em umas 3 ou 4 águas, escorre bem e coze com 2+½ cups de água. Explicando isto, para arroz basmati, o rácio deverá ser de 1:1+½, ou seja – para 1 cup de arroz, utilizas 1+½ cup de água. Já para arroz agulha, por exemplo, o rácio é de 1:2 – para 1 cup de arroz, 2 cups de água;
  • Metes o arroz e a água no tacho, mexes, tapas e esperas que levante fervura. Quando estiver a ferver, junta o sumo de limão, uma pitada de sal, mexe, volta a tapar e mete em lume brando durante 8 minutos. Retira do lume e, sem destapar o tacho, deixa repousar mais 5 minutos. Ou então compra uma panela de cozer arroz, atira tudo lá para dentro, mete a máquina a trabalhar e relaxa;
Resto da cena:
  • Quando o guisado estiver pronto, junta-lhe uns coentros picados;

IMG_0979.JPG

  • Serve a cena na tua tigela preferida e enfarda aí;

IMG_0982.JPG

Instagram-logo-full-official facebook idc013613.gif youtube_android_app_logo_google_play_screenshot.jpg tumblr-logo.png

Segue-nos nas redes sociais!

E carrega nessas Cenas Verdes!

Captura de ecrã 2015-12-15, às 12.24.19.png

Breakdown Calórico:

Azul – 83% Hidratos

Vermelho – 5% Gordura

Verde – 12% Proteína

Ajuda IMENSO se comentares 🙂

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Scroll to top
%d bloggers like this: