Hambúrguer de feijões de coiso com Batatas

Captura de ecrã 2016-02-23, às 12.34.09.png

Hambúrguer de feijão preto e trigo sarraceno 

Fast-food nunca foi muito a minha cena. Poucos acreditariam, dado ao meu porte rechonchudo enquanto criança, mas quando era pequenote, nunca fui fã de hambúrgueres, batatas fritas, sumos, sandes ou até doces ou bolachas. A maior parte das coisas que os outros putos gostavam, eu não. Eu nem gostava de pizza, acredites ou não. Já mais crescidinho lá comecei a gostar, mas ainda assim, acho que posso dizer que provavelmente comi menos de 20 vezes no McDonalds durante toda a minha vida. Fast-food nunca foi muito a minha cena. Mas ainda assim, tornei-me um fã de hambúrguer e pizza. Cenas da adolescência. Aliás, há uns anos atrás, quanto mais carne houvesse num prato, melhor. O resto eram adornos. Meros enfeites. Era moço para comprar 3 hambúrgueres, jogar 2 pães fora e enfiar a carne toda no restante pão. Um homem tem de comer carne. Foi o que cresci a ouvir. E quando comecei a treinar, quanto mais carne comesse, mais ia crescer. Claro. Era lógico. Mas a verdade é que nunca fui mais forte ou saudável por comer carne.
A receita que te deixo aqui hoje, é de um dos meus hambúrgueres preferidos. Se não sabes o que é trigo sarraceno, usa aquele site que já te falei uma vez – www.google.com -, tem muita informação útil.

Ingredientes para 2 camaradas:
(mais uns hambúrgueres extra)

Hambúrgueres:

Pão de hambúrguer
1/2 cup de Trigo sarraceno
1+1/2 cup de Feijão preto cozido (pode ser de lata)
1/2 Pepino grande
1 Tomate maduro
1 Cebola roxa
1 Pimento vermelho
1 Chilli vermelho
Queijo vegan à escolha
3 Pedaços de Tomate seco
Mostarda
Tomilho
3 Colheres de Chá de Paprika fumada
2 Colheres de Chá de Alho em pó
1/2 Colher de Chá de Sal
Pimenta preta

Batatas:

6 Batatas não muito pequenas
Noz moscada
Pimenta preta

Sal
Orégãos

Alho em pó

Instruções:

Hambúrgueres:
  • Vais começar por lavar o teu trigo sarraceno. Mete a cena num alguidar, enche com água, mexe com as mãos e despeja tudo num escorredor. Repete o processo umas 3 ou 4 vezes;

Captura de ecrã 2016-02-24, às 11.36.55.png

  • Coze o teu trigo sarraceno em água sem sal durante uns 20 minutos, num tacho tapado, em lumo brando. A quantidade de água que vais usar é de 3 vezes a quantidade de trigo. Ou seja, para 1/2 cup de trigo, 1+1/2 cup de água. Mantém um olho no trigo, não vá o gajo chupar muita água. Caso isso aconteça, tens de…. hmmmm… juntar mais água;
  • Enquanto o coiso coze, vais cortar o resto das cenas;
  • Abre o pimento vermelho ao meio e retira as sementes;
  • Agarra num carrete de linha e numa agulha fininha, faz um buraco numa das sementes com a agulha e passa a linha pela semente. Vai repetindo o processo, continuamente, até teres um colar de sementes;
  • Se estás neste momento a segurar num colar de sementes de pimento, és parvo;
  • Corta o pimento vermelho em cubos pequenos;
  • Pica a cebola, o tomate seco, o chilli e o tomilho;
  • Se não gostas de comida muito picante, retira as sementes do chilli;

Captura de ecrã 2016-02-24, às 11.38.22.png

  • Já tens o teu trigo sarraceno cozido? Sim? E sequinho, sem água e coiso? Então atira com ele para o processador;
  • Junta também o feijão preto ao processador e mete a máquina a trabalhar;
  • Se a mistura começar a agarrar às paredes do processador, joga a máquina fora pela janela e começa a correr todo nu pela rua. Ou então, raspa as paredes do copo do processador com um salazar e volta a meter a máquina a trabalhar;

Captura de ecrã 2016-02-24, às 11.39.31.png

  • Quando tiveres uma espécie de uma pasta, passa a cena do processador para uma taça grande e junta as cenas que tiveste a cortar;
  • Tempera a massa com os temperos referidos nos ingredientes para os hambúrgueres e mistura isso tudo com as mãos. Mas lava a m*rda das mãos antes sim?!;

Captura de ecrã 2016-02-24, às 11.40.43.png

  • Forma hambúrgueres do tamanho que te apetecer;

Captura de ecrã 2016-02-24, às 11.41.36.png

  • Enfia os hambúrgueres no frigorífico durante uma meia horinha;
Batatas:
  • Mete o forno a aquecer a 200ºC;
  • Lava as batatas e corta-as em forma de batatas fritas… tipo palitos ou coiso… o que te apetecer;
  • Tempera as batatas com um pouco de sal, pimenta preta, noz moscada,orégãos e alho em pó;
  • Espalha as batatas o mais que conseguires por um tabuleiro para ir ao forno;

Captura de ecrã 2016-02-24, às 11.42.21.png

  • Mete as batatas no forno, durante uns 30 minutos;
Resto da cena:
  • Enquanto tens tudo aí a andar e coiso, vais preparar os toques finais;
  • Agarra num descascador e tira fatias do pepino, até chegares ao centro. Vai repetindo o processo à volta do pepino, até só te restar mesmo o centro;

Captura de ecrã 2016-02-24, às 11.43.22.png

  • Se não tens um descascador para fazer isto, estás f*did*;
  • Guarda o centro do pepino para enfiares num batido ou cena assim;
  • Joga um pouco de sal grosso para cima do pepino e mistura. Não te preocupes muito com a quantidade de sal porque vais lavar tudo depois;
  • Deixa o pepino em paz por 15 minutos;
  • Corta o teu tomate em rodelas finas. O da receita;
  • Já passou 15 minutos? Então deves ter alguma água na tigela ‘né? Agora vais passar o pepino por água, para retirar o excesso de sal. Lavadinho? Então agora espreme-o bem, com as mãos, para retirar o máximo de água possível;
  • Agora, podes misturar o pepino com umas gotas de limão, natas azedas vegetais, manjericão, ou podes simplesmente deixá-lo assim;

Captura de ecrã 2016-02-24, às 11.44.50.png

  • Mete uma frigideira a aquecer em lume médio;
  • Torra o teu pão de hambúrguer;
  • Cozinha os teus hambúrgueres na frigideira até estarem… cozinhados. Frigideira sem óleo, como deves imaginar. Mas se te apetecer, ou se a tua frigideira for uma bela m*rda, podes utilizar óleo de coco, azeite, óleo de amêndoim, sei lá, o que te apetecer;
  • Faz os hambúrgueres que te apetecer e guarda os restantes no congelador ou frigorífico;
  • Mete o tomate, pepino e mostarda no pão e espaventa com o hambúrguer e uma fatia de queijo vegan lá para cima;

Captura de ecrã 2016-02-24, às 11.46.37.png

  • Serve com as batatas. E ketchup se te apetecer;
  • E que se f*da o McDonald’s .|.

IMG_1354.JPG

Instagram-logo-full-official facebook idc013613.gif youtube_android_app_logo_google_play_screenshot.jpg tumblr-logo.png

Segue-nos nas redes sociais!

E carrega nessas Cenas Verdes!

Captura de ecrã 2016-02-24, às 12.03.44.png

Estes valores são referentes a 1 hambúrguer no pão, com batatas. Logicamente isto depende do tipo de pão que utilizares.

Breakdown Calórico:

Azul – 83% Hidratos

Vermelho – 5% Gordura

Verde – 12% Proteína

Ajuda IMENSO se comentares 🙂

 

 

5 thoughts on “Hambúrguer de feijões de coiso com Batatas

  1. Responder
    Nuno - 16 Março, 2016

    Vou experimentar!

    Raramente me manifesto aqui no teu site, mas tenho seguido o teu trabalho e até já experimentei uma ou outra receita tua!

    Continua!

    Adoro o que fazes!

    Abraços e sê feliz 😀

    1. Responder
      Paulo Buchinho - 16 Março, 2016

      Muito obrigado Nuno 🙂 Tira fotos e publica no nosso Facebook para a malta ver :p Abraço

  2. Responder
    Nuno - 15 Julho, 2016

    Boas,

    Finalmente fiz esta receita… Andava com ela debaixo de olho e finalmente fiz… São deliciosos os hambúrgueres, apesar de não me terem saído bem…

    No meu caso o único problema foi o facto dos hamburguers não se terem unido, quando os fritei aquilo ficou tudo solto… :/

    Há algum truque para os cozinhar/juntar e continuarem juntos??

    Abraços e continuação de bom trabalho!

    1. Responder
      Paulo Buchinho - 15 Julho, 2016

      Boas Nuno 🙂

      Fico contente por teres gostado do sabor, mas é pena não ter ficado com boa consistência 🙁 É difícil dizer-te o que correu mal, pois pode depender um pouco da qualidade do feijão, a forma como está cozido, etc. Que tipo de feijão utilizaste? Foi enlatado ou cozinhaste? Tanto o trigo serraceno como o feijão tem de estar bastente bem cozido. Utilizaste um processador de cozinha para triturar a cena toda? Tem de ficar uma espécie de pasta homogénea, antes de juntares o pimento, chili, etc. Deixá-los descansar um pouco no frigorífico antes de fritar também ajuda. Mas normalmente são bastante consistentes.

      Espero ouvir novo feedback 🙂 Btw, já viste a nova receita de “hambúrgueres” de cogumelos? Acho que vais gostar 🙂

      Abraço

  3. Responder
    Nuno - 20 Julho, 2016

    Obrigado pela resposta.

    Usei feijão cozido em lata, talvez devesse estar mais cozido!!!… Meti na bimby e triturei bem…

    O sabor estava ótimo, o único problema foi mesmo eles não se unirem, e aquele pepino em tiras fica ótimo no hamburguer!!!

    Vou espreitar a receita dos hamburguers de cogumelos!

    Quando os fizer tiro foto e partilho contigo 😉

    Abraço e obrigdo

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Scroll to top
%d bloggers like this: