Seitan, cogumelos e vinho do Porto

 

O seitan, os cogumelos e o vinho do Porto

Natal é sinónimo de comida. Toda a gente sabe. E tal como já referi antes, comer sempre foi a minha parte preferida. Sentar à mesa, partilhar comida com os mais chegados, debater futebol e política, tudo isto sempre me fascinou desde muito cedo. Mais do que as prendas. Mais do que quase tudo.

Também já referi o meu gosto por bacalhau com grão, caldo verde, entre outras coisas. E também já referi que não deixei de consumir produtos de origem animal porque não gostava deles. E também já referi que não cresci a comer alfaces.

A ceia de Natal é algo complicado para muita gente neste estilo de vida. Muitos queixam-se da falta de compaixão dos familiares, da imposição das comidas tradicionais à mesa, da opressão com que são vitimados. A verdade é que nunca sofri com nada disto. Felizmente. A minha família até gosta de experimentar comida diferente.

Ainda que no dia a dia faça refeições bastante simples, gosto de mostrar que comida vegetariana é muito mais do que saladinhas. Somos animais sociais. Até mesmo no que toca a alimentação. Além de gostarmos de comer, nós gostamos que os outros gostem do que comemos. E eu, como cozinheiro que sou, gosto de impressionar.

Eu prometi que ia haver mais receitas para a ceia de Natal. Prometido é devido. Mas eu sou português. E tuga que é tuga, ’tá sempre atrasado. Bom, passando à frente – este blogue nunca foi sobre comida fancy. Sempre tentei partilhar receitas simples, práticas e fáceis. Comida saborosa e saudável, com técnicas simples e com produtos baratos e relativamente fáceis de encontrar. Este sempre foi o meu objetivo com este projecto. Mas de vez em quando sabe bem comer algo assim mais elaborado. Algo que diga “eu cozinho bem como o c*r*lho!”. Espero ainda ir a tempo de inspirar alguém a querer inspirar alguém.

Ingredientes:

Seitan:

3 Dentes de Alho
1 Colher de Chá de Caldo de Legumes em pó
2 Colheres de Sopa de Miso
2 Colheres de Chá de Cebola em pó
1 Colher de Sopa de Sementes de Mostarda em pó
1 Colher de Sopa de Açúcar Mascavado
1 Colher de Sopa de Vinagre de Maçã
1+1/4 de Chávena de Glúten de Trigo
¼ de Chávena de Farinha de Grão
1 Chávena de Água Quente
Salsa picada

Recheio:

1 Cebola Roxa
2 Dentes de Alho
¼ de Chávena de Amêndoa torrada picada
4 Cogumelos grandes
1 Colher de Chá de Açúcar Mascavado
Tomilho fresco picado
Sal
Pimenta Preta

Glace:

2 Colheres de Sopa de Mostarda
3 Colheres de Sopa de Vinagre Balsâmico
2 Colheres de Sopa de Xarope de Ácer

Redução de Vinho do Porto:

1 Cebola Roxa
300 ml. de Vinho Tinto
300 ml. de Sumo de Laranja
2 Colheres de Sopa de Passas
5 Colheres de Sopa de Vinagre Balsâmico
1 Colher de Chá de Melaço de Cana
1/2 Estrela de Anis
½ Pau de Canela
1 Gole de Vinho do Porto
1 Colher de Chá de Maizena

Acompanhamento:

10 Batatas Novas
10 Chalotas
Sal
Pimenta preta
Noz-moscada

Instruções:

Seitan:

  • Pica o alho e misturar com a pasta de miso, água quente,vinagre de cidra, caldo de legumes em pó, cebola em pó e sementes de mostarda em pó;
  • Envolve a farinha de grão-de-bico, glúten de trigo e salsa;

  • A cena vai adquirir uma consistência meio emborrachada. Tranquilo. Arreia-lhe aí umas porradas valentes;
  • Quando obtiveres uma massa meio elástica, mete-a a descansar num prato enquanto preparas o recheio;

Recheio:

  • Corta os cogumelos em cubos não muito pequenos;
  • Pica a cebola roxa e o alho;
  • Se estiveres a utilizar amêndoas inteiras, pica-as grosseiramente com a faca e torra-as numa frigideira bem quente;
  • Reserva a amêndoa à parte e, na mesma frigideira BEM QUENTE, salteia os cogumelos;
    • Podes utilizar um pouco de azeite aqui. Eu não utilizei nada, mas convém teres uma boa frigideira antiaderente para saltear sem gordura;
  • Assim que os cogumelos estiverem fritos e mais tenrinhos, adicionar a cebola e o alho;
    • É importante não deixar a frigideira perder muita temperatura se não queres cozer os cogumelos em vez de fritá-los;

  • Por fim, juntar o açúcar mascavado, tomilho fresco picado, sal e pimenta;
  • Deixar cozinhar 1 minuto ou 2;
  • Prova para ver se tem falta de sal ou pimenta!;

Montagem do Rolo:

  • Estica a massa de seitan assim numa espécie de coiso… tipo um rectângulo;
  • Faz uma linha com a mistura de cogumelos e a amêndoa torrada;
  • Fecha as abas laterais para dentro por cima do recheio e enrola como nas imagens abaixo;

  • Unta o teu rolo num pouquinho de azeite e enrola-o em folha de alumínio bem fechado;

Glace:

  • Misturar a mostarda, vinagre balsâmico e xarope de ácer e mexer bem;

Assadura:

  • Coze o teu rolo de seitan num vaporizador ou couscousiere durante cerca de 1 hora em lume médio;
    • É importante não deixar a água evaporar;
    • É também importante fazer um rolo que caiba no vaporizador;

  • Caso não sejas o feliz proprietário de um destes utensílios de cozinha, a alternativa será assar o rolo no forno a 160ºC durante 1 hora;
  • É importante voltar o rolo mais ou menos de 20 em 20 minutos para que asse uniformemente;
  • Remove a folha de alúminio e passar o rolo para um tabuleiro de ir ao forno;
  • Tempera as batatas e as chalotas com sal, pimenta preta e noz-moscada e juntar ao tabuleiro;
  • Leva tudo ao forno a 180ºC durante cerca de 45 minutos, ou até as batatas e chalotas estiverem assadas e o seitan douradinho;

  • Eu utilizei um tabuleiro antiaderente e por isso não utilizei gordura, mas tu podes adicionar um pouco de azeite, caso aches necessário;
  • Quando estiver pronto, pincela o rolo de seitan com a glace toda e leva ao forno durante mais 10 minutos;

Molho de Vinho do Porto:

  • Pica finamente a cebola e salteia-a em num fio de azeite em lume forte;
  • Junta o vinho tinto, o vinagre balsâmico, o sumo de laranja, a estrela de aniz e o pau de canela;
  • Deixa reduzir lentamente, em lume brando, até ficares com 1/3 do volume inicial;
  • Retira o pau de canela e estrela de anis;
  • Junta o melaço de cana, passas e vinho do porto;
  • Dissolve a maizena num pouco de água. Só mesmo o suficiente para dissolver;
  • Junta a maizena dissolvida ao vinho;
  • Deixa levantar fervura para engrossar;
  • Retira do lume;

Resto da Cena:

  • Corta o rolo de seitan em fatias, serve com as batatas e chalotas assadas e um pouco da redução o de vinho;
  • Dá-lhe só aquele toque final à patrão com mais umas amêndoas torradas e salsa picada;
  • Serve com um bom vinho tinto e mete a tua família a gostar de comida vegetariana;

Segue-nos nas Redes Sociais!

E carrega nessas Cenas Verdes!

Breakdown Calórico:

(Estes valores correspondem mais ou menos a 1/4 da receita!)

Azul – 54% Hidratos

Vermelho – 10% Gordura

Verde – 25% Proteína

Amarelo – 11% Álcool

Ajuda IMENSO se comentares ou partilhares esta receita 🙂

 

1 thought on “Seitan, cogumelos e vinho do Porto

  1. Responder

    […] me foi possível escrever publicações durante a minha estadia. Aliás, escrevi a publicação do rolo de seitan no computador do meu irmão, mas foi mesmo a única coisa que me foi possível […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Scroll to top
%d bloggers like this: