Papas de Arroz com Frutos Silvestres

 

Papas de Arroz com Frutos Silvestres

“No que toca a coisas como açúcar e arroz, a maior parte das pessoas acredita que o mais escuro é superior ao mais branco. No que toca aos seres humanos, as pessoas acreditam no oposto.”

― Mokokoma Mokhonoana

O arroz é a base alimentar de mais de metade da população mundial e representa 20% de toda a energia dietética a nível mundial.

Apesar de ser apreciado por todo o mundo, é no continente Asiático que o arroz tem mais destaque, sendo não só a base da alimentação de quase todos os países, mas também assumindo um papel extremamente importante na sua cultura.

Arroz Pelo Mundo

No Vietname, o cultivo do arroz é tão importante, que muitos agricultores fazem questão de serem sepultados nos seus arrozais.

O arroz é tão importante por estas bandas, que muitos países têm divindades ligadas ao cultivo de arroz. Dewi Sri na Indonésia, Phosop na Tailândia, Po Ino Nongar no Cambodja e Nang Khosop em Laos.

No Japão, em algumas culturas, é comum a mãe dar alguns bagos de arroz mastigado ao seu recém-nascido, num ritual de celebração do início da vida.

No sul do país acredita-se que o cultivo do arroz deve ser feito em silêncio para evitar incomodar os espíritos dos arrozais.

O arroz é tão importante para os japonseses, que é tradição atirar arroz aos noivos acabados de casar para desejar boa sorte no futuro, uma tradição bem conhecida pelos portugueses. Agora já sabes de onde a herdámos.

Arroz Pela Manhã

Arroz logo pela manhã é algo que pode soar estranho para os portugueses, brasileiros e grande maioria dos ocidentais. Mas em muitas culturas, especialmente na Ásia, claro, o arroz está presente em praticamente todas as refeições, incluindo o pequeno-almoço.

Arroz com ovo cru e nattō no Japão, sopa de arroz e vegetais na China, arroz branco com dahl de lentilhas na Índia, arroz com ovo frito nas Filipinas, kuy teav com massa de arroz no Cambodja ou arroz com peixe frito na Indonésia. Não são almoço ou jantar, não, mas sim a primeira refeição do dia para muita gente.

Um Café e Um Bagaço

Quando me perguntam o que é um pequeno-almoço típico em Portugal, muitas vezes não sei se estou a dar a resposta certa.

Quando eu era miúdo comia cereais, depois passei a pão torrado com manteiga e café com leite e só quando ganhei algum juízo é que me apercebi que também podia comer fruta, batidos e outras coisas. Sim, também passei pela fase dos ovos cozidos, atum com grão e peitos de frango, como qualquer outro cromo do ginásio.

Mas afinal, o que é um pequeno-almoço típico em Portugal? É que grande parte dos meus amigos simplesmente não comiam nada. A não ser que um espresso e quatro cigarros até à hora de almoço conte como refeição. Vá, alguns também comiam um pastel de nata ou outro bolo.

Já a malta da pequena ilha de onde sou natural, gosta de comer uma bifana e emborcar uma cerveja pela manhã. Mas muitos deles começam o dia de trabalho às 04h00 da manhã! Depois de quatro ou cinco horas de trabalho, o pequeno-almoço já não sabe propriamente a pequeno-almoço certo?

Um café e um bagaço, já dizia o Rui Veloso. É essa a minha resposta, quando me perguntam o que é um pequeno-almoço típico em Portugal.

Bom, de qualquer forma, eu espero que não sigas o exemplo da maioria dos ocidentais no que toca a hábitos alimentares. É de manhã que se começa o dia e, por isso, deves começá-lo como bem te apetecer. Escolhe as comidas que mais gostas, doces ou salgadas e transforma-as em refeições saudáveis.

Se já acompanhas este blogue há altum tempo, sabes que cá em casa gostamos de começar o dia com fruta. Especialmente com batidos “verdes”, que são uma óptima forma de incluir mais frutas e verduras na tua dieta, para além de serem hidratantes e repletos de vitaminas e minerais.

De vez em quando também gosto de umas papas de aveia quentinhas, especialmente em dias mais frios. Mas sabes uma coisa que, desde pequeno, sempre sonhei comer logo pela manhã? Arroz-doce.

Ingredientes:

1 Chávena de Arroz Preto ou Integral Cozido(de grão redondo)
1/2 Chávena de Leite Vegetal
150 gr. de Frutos Silvestres congelados (ou frescos)
3 Tâmaras
1 Colher de Sopa de Linhaça Moída
Pitada de Baunilha
Zeste de Laranja

Instruções:

Nota: Eu utilizei arroz preto cozinhado sem sal nesta receita. Também funciona bem com arroz integral, especialmente de grão mais curto e redondo, ou até mesmo com outros tipos de cereais ou arroz branco. Eu aconselho arroz preto ou integral porque acredito que são opções muito mais saudáveis.

  • Retira o caroço às tâmaras e esmaga-as com um garfo;
    • Se utilizares uma variedade de tâmaras pouco suculentas, aconselho-te a deixares as tâmaras de molho no leite durante a noite, ou demolha-as em água quente durante 10 minutos, se estiveres com pressa;
  • Raspa as zestes de uma laranja com um ralador fino;
  • Num tacho, junta o arroz, leite, frutos silvestres, tâmaras esmagadas, linhaça moída, baunilha e zeste de laranja;
    • Atenção que tens de utilizar arroz previamente cozinhado!;
  • Deixa cozinhar em lume médio até estar quente a gosto;
    • Junta mais leite caso pretendas uma consistência mais líquida;
    • Convém estar sempre a mexer, pois tem tendência a agarrar ao fundo do tacho;

Arroz 1

Arroz 2

Segue-nos nas Redes Sociais!

E carrega nessas Cenas Verdes!

Arroz 3Arroz 4

Breakdown Calórico:

(A receita completa é um serviço)

Azul – 75% Hidratos

Vermelho – 16% Gordura

Verde – 9% Proteína

Nota:

  1. Estes valores correspondem à receita, sem quaisqueres toppings;
  2. Esta receita também funciona muito bem fria, como um overnight pudding. Basta acrescentar mais 1/2 chávena de leite vegetal e uma colher de sopa sementes de chia;
  3. O tipo de arroz utilizado irá, logicamente, afectar os dados nutricionais;
  4. Se estavas à procura de uma versão saudável do tradicional arroz-doce de sobremesa, já existe no blogue;

Se gostaste desta receita, partilha-a com os teus amigos!

 

 

1 thought on “Papas de Arroz com Frutos Silvestres

  1. Responder

    […] a granola com as tuas taças de fruta, iogurtes, batidos, açaí, papas de aveia ou arroz, […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Scroll to top
%d bloggers like this: