Sobre mim

Sobre

O Autor

Alto, loiro, olhos claros e extremamente forte, até mesmo para um Deus nórdico. Esta é a descrição física de Thor, Deus do Trovão, filho de Odin, irmão de Loki, herdeiro do Mjölnir. Eu sou mais baixo, moreno, olhos castanhos e inteligente. Uma espécie de Bruce Wayne ou Tony Stark, mas pobre.

Nascido e criado na Ilha da Culatra… quer dizer… não propriamente nascido, visto que a Ilha da Culatra não tem hospital, tão pouco maternidade… vá, ok, vamos lá começar de novo.

Nascido às duas da tarde de uma terça-feira, na Maternidade do Hospital de Faro, incubado durante duas semanas devido a problemas de saúde e criado na Ilha da Culatra. Espetacular. Filho de um jovem e atlético mariscador e uma bela ilhéua de cabelos encaracolados.

O meu nome é Paulo e pronuncia-se Pál, no Algarve. Tenho problemas de dicção com a letra “L” e, por isso, os meus amigos chamam-me normalmente de Páwinh (Paulinho). Também há quem me trate por Jóia (alcunha do meu pai) ou Buchinho (nome de família da minha mãe). Tu podes chamar-me o que quiseres. Só não me peças é dinheiro.

Gosto

… do mar, de ter o cabelo seco por causa da água salgada, da areia quente debaixo dos pés e do sol de verão.

Gosto de viajar. Gosto de desporto. Gosto de jiu-jitsu e yoga. Gosto de assistir a jogos de futebol, mas gosto mais de desporto individual. Gosto de rir, estudar, ler, escrever, ir ao cinema e comer. Gosto de romances e poesia. Gosto de filmes de ficção científica, fantasia, acção e comédia. Gosto de séries de televisão e documentários. Gosto de animação ocidental e anime japonês. O meu filme preferido é O Rei Leão. Gosto de banda desenhada e manga. Gosto de pizza, arroz, batatas e bananas. Também gosto de melaço, tâmaras, manteiga de amêndoa e amendoim, mirtilos, figos, dióspiros, anonas, laranjas e papaia. Gosto de tahini. Meto tahini em tudo. Gosto da minha ilha. Gosto da minha família, dos meus amigos (que também são a minha família) e do meu cão. Gosto da Joana. Gosto muito da Joana.

Não gosto

… de chuva, andar com meias molhadas, odeio utilizar guarda-chuva e odeio ainda mais utilizar guarda-chuva quando faz vento. Ainda assim, vivo na cidade mais chuvosa da Europa.

Não gosto de hoteis luxuosos. Não gosto de autocarros. Odeio andar de avião. Não gosto de desorganização e coisas sujas. Não gosto do imprevisível. Não gosto de correr em passadeiras de ginásio. Não gosto de baseball, cricket, futebol americano ou curling. Odeio quando comparam jiu-jitsu com ninjutsu. Não gosto de pensar, mas penso muito. Não gosto de andar à pressa ou correr para apanhar o transporte. Não gosto de chegar atrasado. Não gosto de literatura de casa de banho, é para isso que servem os jornais e banda desenhada. Não gosto de filmes de guerra nem de dramas que só quem vai a Cannes é que percebe. Não gosto de reality shows ou documentários sem fundamento científico ou histórico. Não gosto quando a Ellie morre e o Carl fica sozinho ou quando a Riley se esquece do Bing Bong. Não gosto de ler manga da direita para a esquerda. Não gosto de brócolos, arroz ou massa demasiado cozidos. Não gosto de durian. Odeio durian. Não gosto de qualquer tipo de discriminação social. Passo a vida a dizer que odeio pessoas, mas na verdade, são as pessoas que me fazem gostar de viver.

O Blogue

… é o meu meio de divulgação preferido. Gosto muito de publicar fotos e tal, gosto de vídeos, mas gosto mesmo é de escrever.

A ideia de ter um blogue sobre alimentação, surgiu pouco tempo depois de deixar de consumir produtos de origem animal. Apesar de ser cozinheiro de profissão, sempre gostei de comida muito simples. E é isso que eu quero partilhar contigo – comida simples.

O objectivo deste blogue é a divulgação de receitas fáceis e saudáveis. Podia partilhar receitas mais pecaminosas, com mais açúcares e gorduras refinadas, receitas mais apelativas ao leitor comum e, ainda assim, isentas de produtos de origem animal. É verdade, podia. Mas eu quero partilhar contigo aquilo que eu como. Quero partilhar contigo aquilo que eu acredito que é mais saudável. Mostrar-te que comida saudável não tem de ser aborrecida. É esse o objectivo deste blogue. Isso e fazer-te rir.