Open post

Sopa de Feijão Preto

As minhas sopas preferidas, sempre foram sopas de entulho. Lembro-me de ser pequeno e só comer sopas passadas, tipo puré. Até aquele bocadinho de espinafre inteiro conseguia arruinar-me a refeição. Mas também, qual é a criança que gosta de sopa? Aliás, única coisa que me lembro de gostar quando era criança era de gelados, bolos, chocolates, sumos, nada de comida a sério.
Desde que realmente comecei a gostar de comida, as minhas sopas preferidas sempre foram sopas de entulho. Ali, tudo ao monte, à bruta, dentro da tigela – carne, feijão, massa, chouriço, repolho, batata, nabo, abóbora, tudo o que havia em casa.

Read moreMore Tag
Open post

Sopa de Miso

A primeira iguaria japonesa que provei foi, obviamente, sushi. Paguei caro. Na altura não havia rodízios, pois ainda não estava tão na moda como nos dias de hoje. Mas para dizer a verdade, caro ou barato, o sushi sempre me pareceu todo igual. Ainda assim eu era fã. Também gostava muito de guiozas, ramen, frango teriyaki, mochi, miso, entre tantas outras coisas.
Eu sei que sushi vegetariano é uma daquelas receitas que toda a gente procura num blogue. Um dia hei de publicar, acreditem, mas não acho que a minha receita seja assim tão diferente de tantas outras partilhadas por essa internet fora. E também, verdade seja dita, eu não sou nenhum sushi master. É verdade que faço em casa, ocasionalmente, mas é algo com que nunca trabalhei a nível profissional.
Existem muitas receitas japonesas interessantes para partilhar. Muitas delas, como por exemplo mochi, guiozas ou até mesmo quase todas as variedades de sushi, são muito exigentes a nível técnico e requerem horas e horas de prática para obter aquele efeito visual desejado. É por isso que eu escolhi algo bastante fácil, mas muito saboroso para partilhar – sopa miso.

Read moreMore Tag
Open post

Seitan, cogumelos e vinho do Porto

Eu prometi que ia haver mais receitas para a ceia de Natal. Prometido é devido. Mas eu sou português. E tuga que é tuga, ’tá sempre atrasado. Bom, passando à frente – este blogue nunca foi sobre comida fancy. Sempre tentei partilhar receitas simples, práticas e fáceis. Comida saborosa e saudável, com técnicas simples e com produtos baratos e relativamente fáceis de encontrar. Este sempre foi o meu objetivo com este projecto. Mas de vez em quando sabe bem comer algo assim mais elaborado. Algo que diga “eu cozinho bem como o c*r*lho!”. Espero ainda ir a tempo de inspirar alguém a querer inspirar alguém.

Read moreMore Tag
Open post

Arakas me Aginares – Ervilhas (Griséus) com Alcachofras

Cenas à parte, todos os meus pratos preferidos tinham um componente em comum em destaque – uma proteína animal. Sim, eu não sou vegano porque gostava menos de carne ou de peixe do que tu. E não, não sinto falta, seja lá o que isso signifique. Mas apesar de os produtos animais terem desaparecido da minha alimentação, o fascínio por certos alimentos continuou. Continuo a adorar tachadas com feijão, repolho e batata-doce, continuo a comer grão, mesmo sem bacalhau e continuo o maior fã de griséus. E as sardinhas que fiquem lá com as cenas delas.

Read moreMore Tag

Posts navigation

1 2 3 4 5