Open post
Salsichas 0

Salsichas, salchichas, cachorro-quente, coiso

Na Festa da Ilha há o bazar.
No primeiro fim-de-semana do mês de Agosto, é a festa da Ilha da Culatra, uma comemoração em honra da Nossa Senhora dos Navegantes. Entre outras brincadeiras e atracções, há o bazar. No bazar não se vende nada. Vende-se sim, vende-se lotaria. Também não sei porque é que se chama de bazar, mas é assim que se chama.
O bazar é uma barraca de madeira onde se vendem uns quadradinhos de papel enrolados de uma engraçada. Alguns papéis têm números que correspondem a variados itens, desde ganchos para o cabelo e garrafas de vinho, às coisas mais bizarras que alguém se tenha lembrado de oferecer à igreja.
Uma vez, ganhei uma lata de salsichas e uma bisnaga de mostarda. Segundo a minha memória, foi nessa tarde que comi, pela primeira vez, um cachorro-quente.

Read moreMore Tag
Open post
Bagels 7

Bagels

Ando há meses à procura de bagels feitos de algum tipo de farinhas integrais, mas até agora, sem sucesso. Encontro bagels sem glúten em todo o lado, mas qual é a vantagem de comprar o mesmo produto, feito com farinhas ainda mais processadas do que farinha de trigo refinada? Claro que é importante que estas alternativas existam. Quem sofre de doença celíaca ou intolerância, de certeza que agradece, mas o produto final continua a ser muito pouco saudável. É raro encontrar um produto sem glúten que não contenha farinhas super refinadas.
Bom, cá em casa não temos qualquer problema com glúten e, por isso, uma receita de bagels sem glúten ficará para outra altura. Até porque não tenho muita experiência com este tipo de pães e fazê-los com uma farinha integral já é complicado o suficiente.

Read moreMore Tag
Open post
Granola 7

Granola de Banana, Amendoim e Chocolate

Banana e amendoim é o casamento perfeito não é? E como é que se melhora um casamento perfeito? Se eu fosse um grande macho, a resposta seria – “com gajas”. Mas como eu sou bom moço, a resposta é – “com chocolate”.
Quando já tens banana e amendoim, só falta mesmo é chocolate. Os gajos da Ben & Jerry’s quase tiveram esta ideia, mas resolveram utilizar nozes em vez de manteiga de amendoim, quando fizeram o Chunky Monkey. São pouco parvos sim. Podiam ter feito o melhor gelado do mundo, mas resolveram fazer um só estupidamente bom.
Nesta granola, no entanto, não ficou nada de fora. E ainda por cima não tem óleo, açúcar, nem glúten. É uma granola que sim senhor.

Read moreMore Tag
Open post

Bolo Húmido de Alfarroba de Laranja

As melhores laranjas são do Algarve.
Muitos aromas e sabores fazem-me lembrar a minha terra, mas poucos ingredientes representam melhor o sul de Portugal do que a laranja.
Laranja é uma das minhas frutas preferidas. Mesmo vivendo na Noruega, onde praticamente toda a fruta é horrível (sim, amigos noruegueses, é verdade), sou um consumidor regular de laranja. Infelizmente, como praticamente toda a fruta na Noruega, é importada, normalmente da África do Sul ou do norte de Espanha. E como quase toda a fruta importada, é horrível. É lógico que isto pouco tem a ver com o país de origem, mas com o simples facto de ser colhida verde para ser vendida.
Cada vez que vou a casa e provo uma laranja, é como se me lembrasse novamente do verdadeiro sabor da fruta. “Ah, é verdade, laranja sabe a isto!”.
A minha região tem muitos produtos fantásticos, nomeadamente TODA a fruta. Mas alguns dos meus preferidos são, indubitavelmente, laranja, alfarroba, amêndoa e figo.

Read moreMore Tag
Open post

Bolo de Maçã e Melaço

Quando fiz o meu primeiro estágio de cozinha, no Pestana Palace, em Lisboa, comecei na pastelaria.

No Pestana utilizavam uns fornos convectores enormes, em que cabiam uma espécie de carrinhos com tabuleiros lá dentro. Eu nunca tinha visto aquilo na minha vida. No meu primeiro dia de estágio, numa curva, cruzo-me com uma pasteleira, a empurrar um desses carrinhos. Cavalheiro que sou, ajudei a rapariga a manobrar o carro. O que eu não sabia é que o carro tinha acabado de sair de dentro do forno. Queimei as duas mãos.

A piscina do Pestana tinha lugar no antigo lago do palácio e, por esse motivo, chamavam ao bar da piscina de Casa do Lago. Todas as manhãs servia-se um bolo diferente no bar. Numa manhã, coube-me a mim preparar uma tarte de maçã para servir. Quando a tarte estava pronta e devidamente protegida, meti-me a caminho da Casa do Lago. A meio do caminho, escorreguei e espatifei-me no meio do chão. Eu e a tarte de maçã.

Read moreMore Tag

Posts navigation

1 2 3 4 5 6
Scroll to top